“Não temos hoje níveis de segurança epidemiológica para realização do evento”

A governadora do Rio Grande do Norte se manifestou por meio de suas redes sociais, nesta segunda-feira (31), afirmando que não há condições de o estado receber jogos da Copa América 2021.

Pela manhã, a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) confirmou através das redes sociais que o evento será sediado pelo Brasil e o RN poderia ser um dos estados a receber partidas, na Arena das Dunas, em Natal.

No entanto, Fátima adiantou que, apesar de não ter recebido nenhum comunicado oficial a respeito da realização da Copa América em território potiguar, os níveis epidemiológicos não permitirem que isto venha a ocorrer.

“Apesar de sermos um dos Estados com estrutura física disponível, não temos hoje níveis de segurança epidemiológica para realização do evento. Ao contrário, estamos numa luta diuturna para amenizar os efeitos da pandemia, que está em um momento crescente por aqui. O Governo é, portanto, contrário à realização do evento no nosso estado”, escreveu.

A Copa América acontecerá de 13 de junho a 10 de julho, com a participação de 10 seleções: Argentina, Bolívia, Chile, Paraguai, Uruguai, Brasil, Colômbia, Equador, Peru e Venezuela.

Dois países, Argentina e Colômbia, que eram as primeiras opções da Conmebol como sedes do evento, recusaram o torneio devido ao agravamento da pandemia. O presidente Jair Bolsonaro, no entanto, aceitou receber a Copa. O Brasil tem hoje 462 mil mortos pela doença.

No RN, até a sexta-feira (28), quando foi divulgado o último boletim epidemiológico, havia 265.627 casos confirmados da doença, 6.077 óbitos e outros 1.271 em investigação. Nesta segunda-feira (31) a taxa de ocupação de leitos covid no está está em 97,04% e há 110 pacientes na fila de regulação por um leito.

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Usamos cookies para lhe proporcionar a melhor experiência.