Tratamentos que trazem a luz aos dependentes químicos

As drogas ( lícitas e ilícitas) têm roubado os sonhos e o convívio familiar e na comunidade de inúmeras pessoas. Elas vêm atacando o homem em todas as idades sob os mais diversos aspectos, penetrando em todos os segmentos da sociedade, em todos os países do mundo. Mas por outro lado, existem instituições e pessoas na luta pela libertação das pessoas da dependência alcoólica e de entorpecentes oferecendo um novo amanhecer. Trazendo essas pessoas de volta à vida.  Na  Diocese de Mossoró destacamos três importantes projetos  na luta contra as drogas: Fazenda Esperança, Casa de Acolhimento Papa Francisco e Projeto Reviver.

Segundo o Bispo Diocesano, Dom Mariano Manzana, essa é a nova pobreza dentro da sociedade e a Igreja vem realizando um trabalho importante de recuperação à luz da Doutrina Social, demonstrando assim como Deus se utiliza de instrumentos humanos para poder restituir a dignidade humana dessas pessoas.

Como conseguir tratamentos

Fazenda Esperança – Uma comunidade terapêutica de recuperandos dos mais variados tipos de dependência. Sem fazer uso de medicamento, o método terapêutico utilizado recupera os jovens através da convivência, trabalho e prática dos ensinamentos do Evangelho. A Fazenda fica localizada na Rua Dom Bosco, 10, Vila Brasília, em Serra do Mel. Mais informações pelo telefone (84) 3334-0015.

Casa de Acolhimento Papa Francisco – Cuida de dependentes químicos e é coordenada pela Comunidade Católica Boa Nova e tem à frente o missionário e sua esposa . O local funciona na Chácara Pitombeira, situada entre Mossoró e Governador Dix-sept Rosado.  Mais informações pelo telefone 84 9 9926-9414

Projeto Reviver – Trata-se de um projeto sob a responsabilidade do Terço da Sagrada Família que apoia as mulheres que possuem algum tipo de dependência química. O projeto tem capacidade para atender a aproximadamente 25 mulheres de Mossoró e região. O Projeto  aceitas mulheres de 17 a 55 anos. Mais informações pelos telefones 3316-5185, 9 9411-8956 ou 9 8887-5084.

Fonte- Jornal A Luz da Diocese edição de julho 2021

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Usamos cookies para lhe proporcionar a melhor experiência.