Emater e Uern divulgam resultado final do Programa Gente do Campo

Da Assecom/RN

A Emater-RN e a Fundação para o Desenvolvimento da Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado do Rio Grande do Norte (Funcitern) divulgam hoje o resultado final do Programa Gente do Campo.

Os aprovados assinarão Termo de Compromisso e Concessão da bolsa entre os dias 27 de setembro e 8 de outubro próximos, com cronograma elaborado para evitar aglomerações no escritório estadual da Emater, no Centro Administrativo do Estado, onde os selecionados deverão comparecer. Confira aqui os documentos necessários para serem apresentados no ato do comparecimento.

A aula inaugural está marcada para 14 de outubro na Escola de Governo, com Sérgio Schneider, professor titular nos Programas de Pós-Graduação em Sociologia e Desenvolvimento Rural na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Logo após, haverá uma solenidade com a presença da governadora Fátima Bezerra, o secretário Alexandre Lima (Sedraf), e o diretor-geral da Emater-RN, Cesar Oliveira, e a reitora da Uern, Cicília Maia. As aulas do curso de Agroecologia iniciam no dia 25 de outubro.

O Programa Gente do Campo está selecionando 125 técnicos, sendo 81 vagas de nível médio e 44 vagas de nível superior. Os aprovados serão contemplados com bolsas de 48 e 24 meses, respectivamente, para os cursos de Tecnólogo em Agroecologia (graduação), e de Especialista em Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar – lato sensu.

O processo seletivo é um convênio de cooperação técnica e científica entre a Emater-RN – com interveniência da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar (Sedraf) – Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) e Fundação para o Desenvolvimento da Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado do Rio Grande Do Norte (Funcitern) – responsável pelo processo de seleção.

FORMAÇÃO – O Gente do Campo representa uma proposta de desenvolvimento da Nova ATER (Assistência Técnica e Extensão Rural), em sintonia com a Política Nacional de Ater (PNATER) e com o fortalecimento da Agricultura Familiar de base agroecológica no Rio Grande do Norte.

O Programa também compreende um processo de formação continuada, formal e vivencial, baseado na pedagogia da alternância e na metodologia científica da pesquisa-ação, que se dará no cotidiano das ações e experiências da EMATER-RN, em parceria com a UERN.

Um diferencial do Programa, como preconiza seu título, é a priorização das populações do campo na seleção dos novos formandos-bolsistas. Aqueles que tiverem o ensino médio ou técnico e concorrerem a uma das bolsas, ingressarão no curso Tecnólogo em Agroecologia. Já os que concorrerem a uma vaga em nível superior, vão realizar uma pós-graduação em Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar.

Os candidatos escolheram na inscrição um local para atuação, podendo ser o escritório estadual da Emater-RN (Natal) ou um dos 28 Núcleos Estratégicos de ATER (NEAs) – João Câmara, Touros, Ceará Mirim, São Paulo do Potengi, Macaíba, Riachuelo, São José de Mipibu, Pedro Velho, Santo Antônio, Santa Cruz, Jaçanã, Lagoa Nova, Acari, Caicó, Jucurutu, Parelhas, Assu, Angicos, Carnaubais, Mossoró, Apodi, Caraúbas, Umarizal, Messias Targino, Pau dos Ferros, São Miguel ou Major Sales. A área de atuação desses NEAs envolve 136 municípios do Rio Grande do Norte. 

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Usamos cookies para lhe proporcionar a melhor experiência.