Diocese de Mossoró parabeniza UERN pelos 53 anos

“Nesta Terra de Santa Luzia, a Universidade nasceu sob as bênçãos de sua padroeira e da Igreja. A presença marcante de nossos presbíteros foi decisiva para a criação da Fundação Universidade Regional do Rio Grande do Norte, precursora da atual UERN. Não há como esquecer o professor João Batista Cascudo Rodrigues e o prefeito Raimundo Soares de Sousa, que desde o primeiro momento contaram com as bênçãos e o apoio marcante dos padres Sátiro, Américo, Alfredo, Raimundo Gurgel, José Freire, Francisco Sales, Hamilcar e Alcir, José Nobre, Edson Cabral e Raimundo Oswaldo. Mais de um terço de nosso clero estava no nascedouro da Universidade Regional do Rio Grande do Norte e estão entre os pioneiros desta importante instituição universitária, como docentes fundadores.

Ficarão gravados o brilho, o empenho e a dedicação de nosso ícone maior da educação, o abnegado apóstolo do ensino de qualidade, nosso querido Padre Sátiro Cavalcanti Dantas. Por seus esforços, enquanto reitor, a UERN foi estadualizada e devidamente reconhecida pelo Ministério da Educação.

Obrigado por tudo! Obrigado pela parceria com a Faculdade Católica do Rio Grande do Norte!

Deus abençoe a todos e Santa Luzia ilumine cada vez mais a caminhada dessa importante Universidade”.

( trecho do discurso do bispo Diocesano Dom Mariano Manzana, ao receber o título de Professor Honoris Causa da UERN, em 2018).

História-

Liber vi spiritus” é a expressão em latim que, traduzida para a língua portuguesa, quer dizer “Livre pela força do espírito”. O poder da educação, a emancipação do homem, a força de uma universidade e sua influência no desenvolvimento de uma região. Talvez aqueles que criaram o que hoje é a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) nem se davam conta de que aquela pequena instituição se tornaria tão grande e chegaria, hoje, 28, aos 53 anos de existência, mudando pessoas, gerações, realidades e ficando marcada para sempre na história dos potiguares.

Fisicamente, a Uern está presente em todas as regiões do Rio Grande do Norte, com Campi nas cidades de Mossoró, Assú, Pau dos Ferros, Patu, Natal e Caicó.

Nascida como uma universidade de Mossoró em 1968, tendo à frente da sua criação o professor João Batista Cascudo Rodrigues, hoje a Uern, além de ser uma instituição estadual, é do Nordeste, do Brasil e porque não do mundo, tendo em vista sua abrangência e as relações pessoais e institucionais que mantém por aí afora.

São 56 ofertas de cursos presenciais e 05 cursos de graduação em EaD. Na pós-graduação, são 22 cursos de mestrado e 04 de doutorado. Todos os cursos de graduação são reconhecidos e os programas de pós-graduação consolidados.

Mais de 10.460 alunos, cerca de 930 docentes e quase 670 técnicos administrativos, 114 grupos de pesquisa e 225 atividades de extensão em andamento. É uma Universidade socialmente referenciada, com políticas inclusivas, assistência estudantil em expansão.

Em 50 anos, foram diplomadas mais de 41.800 pessoas nos seus cursos de graduação e mais de 5.300 nos de pós-graduação. É difícil encontrar uma família norte-rio-grandense que não tenha uma relação direta ou indireta com a Uern.

Após sua criação há mais de cinco décadas, sua estadualização em 1987 e o reconhecimento como universidade em 1993 são outros episódios marcantes da instituição, assim como será a Assembleia Universitária desta noite.

Fonte- UERN

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Usamos cookies para lhe proporcionar a melhor experiência.