Por que contribuir com a Coleta Missionária neste domingo?

Neste domingo (24), a Igreja Católica celebra o Dia Mundial das Missões e realiza a Coleta Missionária. Esta data diz respeito a todos os batizados, afinal, pelo Batismo, todos nós somos missionários.

Então, se a Missão da Igreja diz respeito a todos os batizados, a Coleta Missionária é um gesto concreto que deve sensibilizar a todos nós que, admitidos a esse sacramento, nos tornamos continuadores da missão de Jesus Cristo.

A Coleta Missionária ocorre durante as missas e celebrações realizadas pelas igrejas católicas nos dias 23 e 24 de outubro.

Para ajudar a compreender mais sobre esta coleta, reunimos aqui alguns pontos importantes:

É realizada pela Igreja em todo o mundo

A Coleta Missionária é umas das três coletas realizadas tradicionalmente pela Igreja em todo o mundo. Além desta, existem o Óbolo de São Pedro e a Coleta para os Lugares Santos. Essas coletas representam a unidade da Igreja e reforçam que a sua missão que é de responsabilidade de todos os batizados.

As coletas são direcionadas para o Fundo Mundial de Solidariedade que tem como organismo responsável, as Pontifícias Obras Missionárias (POM). Essa arrecadação beneficia centenas de projetos em todo o mundo.

Os “projetos missionários” assistem áreas diversas, tais como: promoção humana, catequese e evangelização; formação dos futuros sacerdotes e religiosos(as); manutenção de missionários e igrejas em terras de missão; meios de comunicação social e de transportes; apoio e ajuda a centros de educação e saúde, casas de pessoas com deficiência; construções de capelas, igrejas, seminários e hospitais; casas para idosos, orfanatos, creches, centros de reeducação social e dependentes químicos e subsídios de urgências em situações de desastres e calamidades públicas.

Em 2020, o Fundo distribuiu aos projetos missionários mais de R$ 680 milhões. As dioceses do Brasil puderam colaborar com pouco mais de 5 milhões de reais.

Colabore!

A participação na Coleta Missionária nos une como Igreja, porque estamos colaborando com a sua Missão, e também nos solidariza com comunidades pobres, que precisam de apoio financeiro.

Fonte- CNBB

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Usamos cookies para lhe proporcionar a melhor experiência.