Petrobras desmente Bolsonaro e nega novo reajuste da gasolina em 20 dias

Foto: Reprodução

A Petrobras desmentiu o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e negou que haverá aumento no preço dos combustíveis “em 20 dias”.

A declaração ocorreu após reunião do G20, grupo que reúne as maiores economias do mundo. “Estou acompanhando, estamos acompanhando. Agora, uma notícia que dou para vocês: a Petrobras já anuncia, eu sei extraoficialmente, novo reajuste daqui a uns 20 dias. Isso não pode acontecer”, declarou Bolsonaro nesta segunda-feira (01).

Horas após o anuncio do chefe do Palácio do Planalto, a estatal informou que “não há decisão tomada” sobre o assunto. “A Petrobras monitora continuamente os mercados, o que compreende, dentre outros procedimentos, a análise diária do comportamento de nossos preços relativamente às cotações internacionais”, informa a empresa.

A estatal frisou que não antecipa decisões de reajuste e que não houve deliberação do Grupo Executivo de Mercado e Preços (GEMP) sobre a questão.

Segundo a petrolífera, os reajustes sofrem influência do movimento do mercado internacional de petróleo e da taxa de câmbio. 

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Usamos cookies para lhe proporcionar a melhor experiência.