Empréstimo consignado de beneficiários do INSS terá novas regras em 2022

Foto: cliquef5.com/Reprodução

A partir de 01 de janeiro de 2022, aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS ) não poderão mais comprometer até 40% do benefício para pagar parcelas de empréstimo consignado. As regras haviam sido alteradas devido à pandemia de Covid-19. Com isso, a margem consignável volta a ser de 35% do valor do benefício em 2022.  

Até 31 de dezembro deste ano, os segurados do INSS também seguem podendo ter até nove empréstimos pessoais consignados ativos de instituições diferentes ao mesmo tempo, desde que não ultrapassem o limite de 40% do valor do benefício. 

As regras alteradas em virtude da pandemia de Covid-19 tiveram grande impacto na vida de aposentados e pensionistas, de acordo com informações do INSS. Segundo reportagem da CNN, o  número de contratos de consignados solicitados pelos segurados aumentou significativamente.  

Até o início de novembro de 2021 foram solicitados 37.486.547 empréstimos consignados, frente aos 37.316.388 em 2020 (+170.159).

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Usamos cookies para lhe proporcionar a melhor experiência.