Festival de Repentistas do Nordeste: a cantoria de viola tomou conta do palco do Polo Cultura Popular

Imagem: Allan Phablo e Walmir Alves(Secom/PMM)

O “Polo Cultura Popular” desta sexta-feira (17) proporcionou aos frequentadores um lindo e emocionante Festival de Repentistas do Nordeste, dentro dos festejos do “Mossoró Cidade Junina”. Os cantadores mostraram a força e o quanto a arte permanece enraizada na cultura nordestina.

Idealizado pelo repentista Aldaci de França, o Festival contou com a presença de artistas consagrados que se apresentaram em dupla como o próprio Aldaci de França e Damião da Silva; Zé Cardoso e Luciano Fernandes; Raimundo Sobrinho e Antônio Calixto; Irmãos Silva: Jário e Jerferson.

“A cantoria a cada dia vem se organizando, chamando a atenção das instituições. Aqui em Mossoró temos um bom movimento tanto na cantoria como no cordel, onde a cada dia surgem mais cordelistas. A Prefeitura aprovou nosso projeto em um ato de reconhecimento ao nosso trabalho”, enfatizou o idealizador do Festival, Aldaci de França.

A abertura do Festival ficou por conta de Concris Embalador e Nildo da Pedra Branca, artistas renomados que há anos representam a cantoria nordestina. “Mossoró precisa de momentos como esse em que levamos a nossa cultura para todo mundo, pois sem cultura e educação não tem como perdurar nossa arte”, declarou Nildo da Pedra Branca.

Já o Concris Embalador ressalta o quanto é satisfatório sentir a valorização que a Prefeitura tem dado aos repentistas. “Ver nossa cantoria sendo valorizada é reconhecer a importância da nossa arte”, disse.

O repentista Luciano Fernandes fala emocionado em poder estar participando do Festival de Repentistas nesse “Mossoró Cidade Junina”. “ É muito gratificante ver a viola na praça. Participar de um festival como esse é um privilégio”, declarou.

O advogado Carlos Santana veio prestigiar os artistas. Para ele é um privilégio escutar os repentistas e apreciar a cantoria de viola. “Amo a cantoria desde 1979, quando aqui em Mossoró cheguei. Quando fiz a faculdade na Uern, a gente patrocinava a “Cantoria das Panelinhas” com a ajuda de todos. E hoje graças a Deus continuo amando as cantorias, conheço todos os cantores e violeiros”, disse.

O secretário de Cultura Etevaldo Almeida veio prestigiar os artistas que se apresentaram no Festival. Ele pode conferir de perto a reação que a cantoria promove nas pessoas que admiram a arte. “ O Festival de Repentistas tem como objetivo evidenciar a cultura que temos no município de Mossoró, vinculado à cultura nordestina, que nesse momento enriquece o Polo de Cultura Popular”, concluiu.

Fonte: Prefeitura de Mossoró

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Usamos cookies para lhe proporcionar a melhor experiência.