Diocese de Mossoró ganha mais um padre e vem novamente de Pau dos Ferros

A Diocese de Mossoró, com alegria, ordena neste domingo, dia 26, às 19h, na Matriz de Nossa Senhora da Conceição, em Pau dos Ferros/RN, o diácono Clovis Augusto Freire Alves. A reportagem do jornal A Luz conversou com o diácono para saber mais sobre ele e sua formação sacerdotal. Clóvis será o quinquagésimo primeiro padre ordenado pelo Bispo Diocesano Dom Mariano Manzana.

Conheça o futuro padre da Diocese

Nome: Clovis Augusto Freire Alves

Idade: 32 anos

Filiação: Agostinho Alves da Costa Neto e Maria da Conceição Nogueira Freire Alves

Irmãos: Clóvis Otávio e Otávio Augusto Freire Alves (ambos in memoriam)

Formação acadêmica: Bacharel em Direito pela Faculdade Evolução Alto Oeste Potiguar – FACEP (2011-2015), Especialista em Direito Constitucional e Tributário pela Faculdade Evolução Alto Oeste Potiguar – FACEP (2016-2017), Bacharel em Teologia pela Faculdade Católica do Rio Grande do Norte – FCRN (2018-2021).

Nascido no dia 12 de janeiro de 1990, em Pau dos Ferros/RN, venho da origem de família religiosa, tendo dois tios padres por parte da família materna, Monsenhor Caminha Freire de Andrade (in memoriam) e Dom José Freire, Cardeal Falcão (in memoriam). Já pela família paterna, tenho uma tia freira, Irmã Aliete Sena, além de um parente que é Presbítero do clero de Salvador.

Apesar de meus pais “serem muito de Igreja”, minha madrinha de Batismo, Vilani Sena, foi quem assumiu a minha educação religiosa. Desta forma, fui criado em um ambiente muito religioso e foi neste espaço de convívio que minha vocação nasceu, pois desde criança nutria dentro mim o desejo de ser padre. Sempre comentava com os meus amigos de escola: “Quero ser padre!”

Na adolescência entrei para o Grupo de Coroinhas da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição e, no ano de 2005, iniciei os encontros vocacionais, vindo a ingressar no Seminário Santa Teresinha no ano de 2007. Neste ano, cursei a 3ª Série do Ensino Médio no Colégio Diocesano Santa Luzia. Em 2008, passei no vestibular de Filosofia e fui residir no Seminário Nossa Senhora da Assunção da Diocese de Cajazeiras/PB, porém, com o desejo de ser religioso, sai da Diocese e ingressei na Congregação Salesiana, onde permaneci até o ano de 2010. Neste ínterim, tive uma crise vocacional, vindo a me desligar da referida congregação.

Permaneci, assim, seis anos afastado do seminário. Neste período cursei Direito e fiz minha especialização. Procurei também engajar-me na caminhada pastoral na Paróquia de Pau dos Ferros, o berço da minha vocação, porque foi neste período de afastamento do Seminário que a minha vocação foi sendo amadurecida e minhas motivações ganharam clareza.

O ressoar do “Vem e Segue-me” reacendeu e fez pulsar ardentemente em meu coração o desejo de ser padre. Diante desta certeza, procurei Dom Mariano e conversamos em novembro de 2016 sobre a minha madura decisão vocacional. Me foi proposto fazer uma experiência missionária na Paróquia de Senhora Santana em Luís Gomes, junto com o meu amigo e orientador Padre Jorge, no ano de 2017. Resultante da significativa experiência, em 2018 iniciei o curso de Teologia na nossa Faculdade Católica do Rio Grande do Norte. Tenho tido ainda a rica experiência à frente do Setor Diocesano da Juventude. Ao concluir o tempo de formação, fui ordenado Diácono, no dia 19 de dezembro de 2021, sendo enviado para a Paróquia da Sagrada Família, onde com o estimado Padre Ivonzéliton Leite, vivenciei meu estágio pastoral e fui ordenado Presbítero no dia 26 de junho de 2022.

Hoje, ao olhar para a trajetória da minha vida, vejo e reflito o quanto o Senhor foi paciente comigo e como seu Espírito conduziu meus passos, levando-me a reconhecer que eu só seria realmente feliz se me colocasse a serviço de Deus e dos meus irmãos.

Transmissão: Youtube TV Mater Dei e Rádio Rural de Mossoró

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Usamos cookies para lhe proporcionar a melhor experiência.